O que é ?

A Hipertensão (Essencial) é uma doença crônica que pode ser definida arbitrariamente como valores mantidos de Pressão Arterial acima de 140/90 mmHg, aferidos em pelo menos 2 ocasiões diferentes pelo médico, ou detectado por outros exames, como o MAPA. Acima desses valores, sabe-se que o benefício do tratamento dessa doença supera os riscos.

Apesar de extremamente prevalente (cerca de 32% dos brasileiros possuem Hipertensão Arterial ou estão em tratamento para a doença), não sabemos a verdadeira causa da Hipertensão Arterial! Mas, com certeza, fatores genéticos e ambientais estão envolvidos.

Quais sintomas ela causa e quais as complicações dessa doença?

Em geral, a Hipertensão Arterial NÃO CAUSA SINTOMAS!! No entanto, ela está relacionada a outras doenças cardiovasculares e às lesões de outros órgãos do corpo humano, como por exemplo: cérbro, rins, olhos, coração, e os vasos sanguíneos. Se essas lesões forem significativas, daí sim a Hipertensão Arterial poderá causar sintomas.

Há tratamento ?

Sim. E os principal tratamento para essa condição não envolve o uso de medicação! Como assim ? Apenas com mudanças de estilo de vida, tais quais a perda ponderal, a redução da ingesta de sal, a cessação do alcoolismo e do tabagismo, a prática de atividades físicas, a alteração da dieta, o tratamento da apneia do sono, e outros, pode-se sim atingir níveis ótimos de pressão arterial. No entanto, muitos pacientes devem utilizar medicações para exercer o controle da PA, e essa escolha quem irá fazer será o seu médico de confiança.

Sou “pré-hipertenso”. Devo me preocupar?

Não tanto, mas saiba que a pré-hipertensão aumenta o risco cardiovascular.

Por que o médico deve ser consultado ?

Primeiramente, para realizar o diagnóstico correto da HA! Muitas pessoas medem suas “pressões” ao longo do dia, geralmente durante períodos de estresse, dor, ou preocupação, e se deparam com valores altos, se auto-intitulando hipertensos. Isso pode não estar correto.

Além disso, existem causas secundárias de aumento da pressão arterial que devem ser afastadas pelo seu médico. Só ele será capaz de identificá-las, tratá-las e também exercer o seguimento/acompanhamento dessa doença, além de prevenir o aparecimento de lesões de outros órgãos e instituir o tratamento para tal.

Um bônus: Você sabia que a espiritualidade e a respiração Lenta podem ajudar a controlar os níveis de Pressão Arterial?

Isso mesmo!

Estudos sugerem a associação entre índices de espiritualidade ou religiosidade (E/R) e taxas de mortalidade por todas as causas, mortalidade CV e câncer, bem como qualidade de vida.. Os mecanismos envolvidos envolvem modificações favoráveis de estilo de vida e em fatores de risco CV, como redução nos níveis séricos de glicose, colesterol, fibrinogênio, cortisol e citocinas inflamatórias. Além disso, a prática da respiração lenta (6-10 respirações por minuto, por 15-20 minutos ao dia) demonstrou uma redução aproximada de 6 mmHg nos valores de PA em alguns estudos!

——————————————————————————-

Texto escrito pelo Cardiologista: Dr. Pedro Henrique Pedruzzi Segato

CRM 37.112 – RQE 28231